A nossa essência se confunde com a nossa existência. Não há precedência de nenhuma sobre a outra.

 

No início da década de 80, a Avacoelhada, uma torcida GENETICAMENTE AMERICANA, através de seus idealizadores: Marco Antônio, Sérgio Labruna, Elisete, Bolotek (Vicinei), Edgar, Chico, Rodrigo e outros, ao demonstrar caráter predominante de vanguarda, existia apenas virtualmente, apesar de na época, nem sabermos o significado do cunho vernáculo desse vocábulo. Era uma torcida sem camisa, sem faixas, bandeiras e até mesmo sem compromisso, disposição e vibração.

Em 1988, mutatis mutandis, resolvemos desenvolver uma torcida realmente participativa nas arquibancadas e representativa dentro do clube. A ideia e o número de componentes cresceram, principalmente nas caravanas organizadas pelo Sérgio Labruna. Como não poderia deixar de ser, explodiu no dia 12 de novembro no Independência, quando o América derrotou o Náutico por 3 a 0.

A partir daí, surgiu o maior movimento de torcida realizado dentro do América Futebol Clube. Podemos afirmar que colocamos os torcedores literalmente em pé, gritando os nomes dos jogadores, vestindo a camisa, vibrando o tempo inteiro e soltando o grito de Coelho preso na garganta. Conseguimos o patrocínio da CLIDEC. Ocupamos espaço na mídia, divulgamos o América e a Avacoelhada para o mundo inteiro e passamos a ser respeitados e conhecidos pelas outras torcidas nacionais e mundiais.

Coincidência ou não, o América começou a ser reconstruído justamente com o surgimento da Avacoelhada.

Na época, e até hoje, era pejorativo a citação "Torcida Organizada", e em virtude do nosso pensamento ser muito diferente das outras torcidas, por um mundo mais divertido optamos pela sintaxe de Desorganizada, por ir ao encontro de nossa ideologia, em que todos seriam suficientemente responsáveis pelos próprios atos, sem ninguém precisar de chefe e muito menos ainda um ser o chefe dos outros.

Talvez devido a nossa forte personalidade, o nosso princípio básico sempre foi o de não aceitar o que é imposto e nem determinar regras a serem seguidas, sem nenhum tipo de doutrinação,e total predomínio da liberdade individual.

Cada componente avacoelhado ter a consciência da responsabilidade individual e o comprometimento para fazer bem feito o que precisa ser feito. Aplicação na prática do faça você mesmo.

Por isso seja também um Avacoelhado.

Entre para o time que está vencendo, não fique apenas na torcida, porque o América e a Avacoelhada precisam de você.

  
www.avacoelhada.com.br avacoelhada@avacoelhada.com.br